Pessoas
Deixe um comentário

Entrevista a Gabriela Oliveira – Autora do Livro “Cozinha Vegetariana para quem quer poupar”

capa e contracapa CozinhaVegetariana bqIMG_6108b

A minha atitude perante aquilo que como mudou não há muito tempo. Porque na verdade nós somos aquilo que comemos, faz a diferença quando temos cuidado com aquilo que comemos. Por esse motivo achei muito interessante este novo livro que partilha receitas vegetarianas com preços atractivos. 

Conheçam um pouco melhor os gostos e hábitos de Gabriela Oliveira, autora do livro “Cozinha Vegetariana para quem quer poupar”. 

– Quais foram as mudanças que sentiu no seu corpo quando optou pela comida vegetariana há quase 20 anos?

Senti-me mais leve, perdi algum peso, a pele melhorou e, sobretudo, senti uma enorme diferença às refeições, porque deixei de ter dificuldade em mastigar os alimentos (custava-me mastigar a carne, sentia dores nos maxilares). Tornei-me vegetariana aos 22 anos, quase a terminar o curso da Faculdade. Apercebi-me que podia encontrar facilmente outras fontes de proteínas e que comer carne, afinal, era uma escolha, não uma obrigação. Mudei a minha alimentação quase de um dia para o outro. Já não conseguia olhar para o prato e ver que ali estava um pedaço de um animal, que teve de sofrer e morrer, quando sabia que existiam tantas alternativas, saudáveis e saborosas.

– Qual é o seu conselho em termos de alimentação a uma pessoa que consuma diariamente a típica comida portuguesa?

Que experimente pratos diferentes. Que não tenha receio de provar alimentos novos e que crie o hábito de fazer refeições vegetarianas à base de leguminosas, que são muito ricas em proteínas e minerais, fáceis de preparar e económicas. As leguminosas (feijão, grão, lentilhas, favas, ervilhas, etc.) quando são combinadas com cereais integrais, fornecem proteínas completas, com todos os aminoácidos essenciais. É muito fácil preparar refeições completas sem carne nem peixe. No livro apresento receitas desde o tradicional arroz de feijão, a feijoada com cogumelos, a pratos menos habituais, como tofu com broa ou strogonoff de seitan.

– Qual é o seu prato favorito?

Gosto muito de saladas, quiches e empadas. E gosto de reinventar sobremesas com as frutas de cada estação, procurando sempre que sejam saudáveis, baixas em calorias, com pouco ou mesmo sem açúcar adicionado. Adoro saborear tartes de maçã, de figo… adoro batidos e gelados de fruta. Aliás, todas as receitas (leites vegetais, molhos, pão, batidos, entradas, pratos principais, acompanhamentos e sobremesas) foram preparadas e fotografadas por mim para o livro. É difícil escolher um prato favorito.

– Dado que tem 3 filhos, quais são os ideais que transmite? Que tipo de rotinas alimentares usa na sua educação?

Procuro que tenham uma alimentação diversificada e saudável. Em casa somos todos vegetarianos, e as crianças foram habituadas a comer diferentes tipos de legumes, arroz integral, quinoa, bulgur, seitan, tofu, tempeh, frutos secos… enfim, muitos alimentos típicos da cozinha vegetariana e que estão nas páginas do livro. Evitamos que eles comam alimentos processados e açucarados mas há dias em que também comem batatas fritas ou pipocas… Acima de tudo, transmitimos que é importante para o crescimento deles manterem uma alimentação variada e saudável e que devemos respeitar os animais e poupar os recursos do Planeta. Eles percebem que a carne não é um alimento inócuo. Um animal teve de sofrer e morrer para alguém usufruir de um bife no prato.

– Qual é a sua opinião sobre esta nova tendência dos sumos detox?

Os sumos e batidos detox podem ser ótimos mas devem ser consumidos com moderação e não em exclusividade. É preferível evitar exageros, em qualquer regime alimentar.

– Como surgiu a ideia deste novo livro “Comida Vegetariana para Quem Quer Poupar”?

Do contacto com os leitores do meu anterior livro “Alimentação Vegetariana para Bebés e Crianças” (http://gabrielaoliveira.weebly.com/) e com os participantes dos meus workshops de culinária. Pediam-me, muitas vezes, receitas para o dia a dia, que fossem rápidas de preparar e adequadas para todas as idades. Tive em atenção esses aspetos quando planeei o livro “Cozinha Vegetariana para Quem Quer poupar”. Tem mais de cem receitas, todas preparadas e fotografadas por mim.

– Fale-me um pouco sobre a marca que criou: a “Vegan Food”.

A Vegan Food (http://www.veganfood.pt/) é uma marca artesanal de produtos alimentares – 100% vegetal, que disponibiliza kits para preparar em casa bolos saudáveis (sem ovos e sem laticínios) e seitan caseiro (a chamada “carne” vegetariana). Também tem produtos acessórios, como blocos de notas produzidos com papel antigo e sacos térmicos de sementes. A ideia surgiu por ouvir constantemente as pessoas a comentarem que não tinham tempo nem jeito para fazer bolos caseiros. Além disso, muitas pessoas ficavam espantadas quando se apercebiam que podiam fazer bolos sem ovos. Os kits Vegan Food vieram mostrar que é fácil e rápido preparar bolos vegan, além de serem mais saudáveis. O novo livro também está recheado de receitas de bolos e sobremesas saudáveis.

Sigam a página de facebook: www.facebook.com/pages/Cozinha-Vegetariana-Gabriela-Oliveira/226083647596792?ref=hl

Deixe um comentário