Sobre
Deixe um comentário

Emoções

Em conversa com aquelas miúdas de sempre, falávamos do quão fortes podem ser as emoções mesmo quando não sabemos o que vem do outro lado. Pessoas que não conhecemos e que só com a troca de olhares se cria ali uma ligação ou pessoas que conhecemos desde sempre e que nos conhecem de tal forma que nem é preciso falar. Isto acontece.

Vamos sempre apanhando as histórias e vivências de quem se cruza conosco. Mensagens trocadas, visualizações no linkedin, gostos no Facebook ou até simples piscares de olho que despoletam algo. Ou anos sem conversas, sem cara-a-cara, que num minuto transparecem um vulcão adormecido e que noutro entra em erupção.

As emoções deixam-nos sem chão, sem capacidade de resposta e muitas vezes tiram-nos do nosso elemento. Quantas vezes ficamos sem saber o que fazer de tão arrebatador se tornou aquele momento? Estou a falar das coisas mais simples.

Viver as emoções exige coragem. Capacidade de as ler e de as viver. Parece algo inato no humano mas não é assim tão simples. Sou exemplo disso.

Hoje diziam-me que a minha história era bonita. Há muitas por aí. Mas a minha será sempre minha e será sempre tocada a cordas de nylon.

This entry was posted in:Sobre

Deixe um comentário